Começaram nesta semana as filmagens do longa Bia (2.0), romance voltado para o público jovem. Com gravações realizadas em São Paulo, conta a história de Beatriz, que acaba de sofrer sua primeira desilusão amorosa e encontra em uma trupe de palhaços amadores um caminho para superar seus medos e retomar sua própria história.

Ambientado na região da Chácara Klabin, o filme tem como protagonistas atores com um vasto repertório: a protagonista Maju Souza ganhou em 2015 o prêmio de melhor atriz no Festival de Trieste, na Itália, por sua atuação como Iara no filme O Outro Lado do Paraíso (2014), e interpretou no longa Cora Coralina: Todas as Vidas (2017) a fase jovem da poetisa. Seu trabalho mais recente foi no papel de Solange, no premiado As Duas Irenes (2017).

O par dela em cena será vivido por Ghilherme Lobo, que dará vida ao palhaço mudo Abraço. Ele ganhou o Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro como Revelação do Ano por seu trabalho no aclamado Hoje Eu Quero Voltar Sozinho (2014), além do troféu APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte – e o Festival SESC Melhores do Ano, ambos como Melhor Ator. Versátil, possui diversas peças em seu currículo, e foi finalista do Prêmio São Paulo de Incentivo ao Teatro Infantil e Jovem como melhor ator por seu papel no espetáculo Aprendiz de Feiticeiro. Na televisão, esteve presente na novela Sete Vidas (2015) e nas minissséries Ligações Perigosas (2016) e Segredos de Justiça (2016), entre outras. O longa também contará no elenco com as presenças de Olivetti Herrera, Jáli Kiárit e Júlio Silvério, além dos estreantes Ana Murari, Leonardo Silva e Gabriela Yagui.

Bastidores das filmagens de Bia (2.0)

A direção de Bia (2.0) é assinada por Cristiano Calegari e Lucas Zampieri. Cristiano é cineasta e professor de roteiro. Foi um dos diretores e roteiristas da segunda temporada da série Buscando Buskers (2017), e também é criador da série Os Veteranos, em fase de desenvolvimento. Zampieri é cineasta formado pela Vancouver Film School, no Canadá, e tem passagens por diversas produtoras. “Estamos empolgados com o projeto – nosso primeiro longa pela produtora. Em pouco tempo já estamos nos destacando no mercado, participamos de diversas rodadas de negócios para que o filme tenha uma ampla trajetória e consiga alcançar seu público, que é o mais importante para nós”, afirma Cristiano, que também assina a produção executiva e roteiro, este último em parceria com Silvia Seles. O longa deve ser finalizado ainda em 2018.

(Fonte: Silvia Seles Peres Assessoria de Imprensa)

Veja também

As duas abas seguintes alteram o conteúdo abaixo.
avatar
Cinema e cultura pop com opinião!

Comentários