A História está repleta de episódios, não à toa sangrentos, envolvendo, primeiro, a conquista de territórios por nações belicamente mais bem equipadas e, segundo, a tentativa – algumas bem-sucedidas, outras não – de retomada da supremacia pelos povos nativos. Por exemplo, as grandes navegações propiciaram a expansão dos domínios do Velho Continente, feita à base de massacres incontáveis e perpetuada por toda sorte de interesses ao longo dos séculos. No dia 7 de setembro, o Brasil comemora a Independência proclamada por D. Pedro de Alcântara às margens do Rio Ipiranga em 1822. Então ordenado pelo pai a voltar para Portugal e se submeter ao rei e à corte, D. Pedro I bradou “independência ou morte”, rompendo os laços de união política com Portugal. A partir daí, o Brasil extirpou-se dos grilhões europeus, mesmo mantendo-se monárquico. O cinema já contou essa passagem, bem como outras que dão conta igualmente de processos de independência. Revolvemos o baú da memória para escolher alguns desses longas-metragens. Você confere a seleção clicando nas setas à direita.

Veja também

As duas abas seguintes alteram o conteúdo abaixo.
avatar
Cinema e cultura pop com opinião!

Comentários