O mexicano Guillermo del Toro ganhou o Leão de Ouro, uma das mais cobiçadas láureas do cinema, com a fantasia The Shape of Water. No filme, uma faxineira muda se envolve romanticamente com uma criatura aquática aprisionada num laboratório norte-americano. O longa já era apontado como um dos favoritos e confirmou tal condição ao garantir o prêmio principal, na noite deste sábado, 9, no Lido.

Em seu discurso, del Toro dedicou o troféu a todos os cineastas americanos e latino americanos que fazem filmes para mexer com a imaginação do espectador. Foxtrot, do israelense Samuel Maoz, ganhou o Grande Prêmio do Júri. Já a Copa Volpi, dedicada às atuações, foi vencida, entre as mulheres, por Charlotte Rampling, em virtude de sua interpretação em Hannah, e, entre os homens, por Kamel El Basha, pelo drama The Insult.

Confira a lista completa dos vencedores:

 

PRÊMIOS PRINCIPAIS

Leão de Ouro: The Shape of Water, de Guillermo del Toro
Grande Prêmio do Júri: Foxtrot, de Samuel Maoz
Leão de Prata de Melhor Direção: Xavier Legrand, por Custody
Copa Volpi de Melhor Atriz: Charlotte Rampling, por Hannah
Copa Volpi de Melhor Ator: Kamel El Basha, por The Insult
Melhor Roteiro: Three Billboards Outside Ebbing, Missouri, de Martin McDonagh
Prêmio Especial do Júri: Sweet Country, de Warwick Thornton
Prêmio Marcello Mastroianni Award de Jovem Performance: Charlie Plummer, por Lean on Pete

 

MOSTRA HORIZONTES (ORIZZONTI)

Melhor Filme: Nico, 1988, de Susanna Nicchiarelli
Melhor Direção:
Vahid Jalilvand, por No Date, No Signature
Prêmio Especial do Júri:
Caniba, de Verena Paravel e Lucien Castaing-Taylor
Melhor Atriz:
Lyna Khoudri, por Les bienheureux
Melhor Ator:
Navid Mohammadzadeh, por No Date, No Signature
Melhor Roteiro:
Oblivion Verses, de Dominique Wellinski e Rene Ballesteros
Melhor curta-metragem:
Gros chagrin, de Céline Devaux

 

LEÃO DO FUTURO (LION OF THE FUTURE)

Prêmio Luigi De Laurentiis de Filme de Estreia: Custody, de Xavier Legrand

 

CLÁSSICOS VENEZA (VENICE CLASSICS)

Melhor Documentário sobre Cinema: The Prince and the Dybbuk, de Elvira Niewiera e Piotr Rosolowski
Melhor Filme Restaurado: Come and See

 

COMPETIÇÃO REALIDADE VIRTUAL (VIRTUAL REALITY COMPETITION)

Melhor Realidade Virtual: Arden’s Wake (Expanded), de Eugene Y.K. Chung
Melhor Experiência de Realidade Virtual: La Camera Isabbiata, de Laurie Anderson e Hsin-chien Huang
Melhor história de Realidade Virtual: Bloodless, de Gina Kim

 

(Fonte Redação PdC)

Veja também

As duas abas seguintes alteram o conteúdo abaixo.
avatar
Cinema e cultura pop com opinião!

Comentários