O documentarista Vladimir Carvalho será homenageado na mostra Vladimir Carvalho Doc 8.0, que exibirá sua filmografia completa, em comemoração aos seus 80 anos de vida. No total, serão 16 curtas, dois médias-metragens e 9 filmes de longa duração, assinados por ele, tendo ele como tema ou como membro da equipe técnica.

A mostra será realizada pelo Centro Cultural Banco do Brasil Brasília (CCBB), e ocorre entre 29 de abril e 11 de maio. As sessões serão no Cinema do CCBB, localizado no SCES Trecho 2, lote 22, sempre de quarta a segunda-feira, com ingressos entre R$2 e R$4. Além dos filmes, a mostra, que tem curadoria do professor e crítico Sérgio Moriconi, terá ainda uma exposição com cartazes de algumas das principais produções de Vladimir Carvalho, dentre os quais estão os que foram pintados por ele mesmo, como o dos filmes O País de São Saruê (1971), feito em parceria com o irmão Walter Carvalho, Mutirão (1975) e O Engenho de Zé Lins (2007). A programação inclui debate reunindo o curador, o crítico Rodrigo Fonseca, o professor e escritor João Luiz Vieira, e o homenageado, além de catálogo com textos inéditos, especialmente escritos por autores como Ignácio de Loyola Brandão, Ana Maria Miranda, Cacá Diegues, Geneton Moraes Neto, Carlos Alberto Mattos, Jean-Claude Bernardet, Alberto R. Cavalcanti, Severino Francisco, Walter Carvalho, André Luiz Oliveira, José Nêumanne Pinto, Bráulio Tavares, Iberê Carvalho, Maria do Rosário Caetano, dentre outros nomes de destaque do cinema.

Vladimir Carvalho nasceu em 1935, na Paraíba. Além de cineasta, também é jornalista, e já foi professor da Universidade de Brasília. Começou no cinema no final da década de 1950, como roteirista em Aruanda (1960). Depois de trabalhar no Rio de Janeiro, onde fez filmes com Eduardo Coutinho e Arnaldo Jabor, foi para Brasília, onde realizou inúmeros curtas-metragens. Produziu O País de São Saruê (1971), que permaneceu cerca de nove anos proibido pela Ditadura Civil-Militar e só foi liberado com a Anistia, em 1979, vencendo o Prêmio Especial do Júri no Festival de Brasília. Vários de seus filmes receberam premiações em festivais como o de Gramado e o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. No momento, Vladimir está concluindo as filmagens de um documentário sobre o artista plástico pernambucano, Cícero Dias.

Vladimir Carvalho Doc 8.0 integra as atividades do Centro Cultural Banco do Brasil Brasília em homenagem aos 55 anos da capital brasileira. A programação completa pode ser encontrada no site oficial da mostra, clicando aqui.

(Fonte: Objeto Sim)

Veja também

As duas abas seguintes alteram o conteúdo abaixo.
avatar
Cinema e cultura pop com opinião!

Comentários