O nosso papo é de cinema!


Uma Ladra Sem Limites

08/05/2013    

 

Crítica

O que fazer quando você chega ao cinema pronto para rir por pouco menos de duas horas, sem compromisso algum com profundidade de roteiro, atuações incríveis ou uma direção esplendorosa, se no fim da sessão foram apenas duas ou três risadas forçadas – e de constrangimento ainda por cima? É isto o que acontece quando Uma Ladra Sem Limites chega ao seu clímax. Uma decepção total por algo que já nem se esperava muito. E olha que pré-requisitos até tinha para sair algo decente: o diretor, Seth Gordon, é o mesmo do divertido Quero Matar Meu Chefe (2011) e a estrela do filme é a simpática Melissa McCarthy, que chegou a ser indicada ao Oscar do ano passado por sua hilária participação em Missão Madrinha de Casamento (2011).

O pior de tudo é que a trama tem um argumento interessante. Melissa é uma ladra de identidades que vive às custas de seus trambiques com cartões de créditos alheios. Em um destes roubos de personalidade ela “toma emprestado” o nome de Sandy Patterson (Jason Bateman), um pai de família que espera com a esposa (Amanda Peet, em participação totalmente desperdiçada) o nascimento de seu terceiro filho, ao mesmo tempo em que está de mudança para um emprego novo e as contas só aumentam. Após descobrir o rombo na conta, o verdadeiro Sandy vai a outro estado atrás de sua contraparte gatuna para levá-la à prisão. É claro que ambos vão ficar amigos, mas o modo como isto acontece é forçado, levando a situações estúpidas como a ladra ter que fugir de traficantes em busca de uma dívida e até de um caçador de recompensas caipira (Robert Patrick, caricato, mas divertido no pouco que aparece).

Uma das piores falhas do roteiro é utilizar a ladra do título em cenas que tentam dar respaldo à sua personalidade de uma quase cleptomaníaca. Óbvio que o espectador precisa simpatizar com ela, mas não a ponto de sentir pena. Pois é isto o que acontece. A personagem de Melissa é uma loser total na vida: não sabe quem são seus pais, não tem um amigo sequer e mora sozinha num apartamento cheio de objetos repetidos (como dois microondas, um em cima do outro). E é em cenas como a festa em que ela paga bebida para todo mundo que a incoerência aparece de forma mais absurda: é realmente necessário que o dono do bar diga, em alto e bom tom, que as pessoas só gostam dela quando a própria banca todo mundo? É de questionar, sem razão alguma, a inteligência do público no outro lado da tela, que não precisa de umafrase pronta para pensar da mesma maneira.

Jason Bateman continua com sua cara de “cara nenhuma” que ele tanto gosta de levar a outros filmes do gênero. Já Melissa, de quem se esperava mais, acaba por entrar no piloto automático e não lembra nem um pouco a impagável Megan do já citado Missão Madrinha de Casamento ou suas cativantes personagens de seriados como Gilmore Girls, Samantha Who? ou Mike & Molly. Só nos momentos mais dramáticos (e fora de hora) que sua atuação fica mais consistente – e olhe lá. São dois roteiristas no filme e eles não entram em harmonia em nenhum momento, pois a história muda da água pro vinho, realçando bem o trabalho de cada um, num show de dar vergonha até aos fãs das comédias mais absurdas (eu, inclusive). É melhor economizar dinheiro ou procurar outra sessão com algo, ao menos, agradável.

Nota da crítica

1/5

avatar

Matheus Bonez é crítico de cinema, apresentador do Espaço Público Cinema exibido nas TVAL-RS e TVE e membro da ACCIRS - Associação de Críticos de Cinema do Rio Grande do Sul. Jornalista e especialista em Cinema Expandido pela PUCRS.

Mande um mail para Matheus

Veja outros textos assinados por Matheus Bonez

Ficha Técnica

NOME ORIGINAL: Identity Thief

PAÍS DE ORIGEM: EUA

GÊNERO: Comédia

DURAÇÃO: 111 MIN

ANO: 2013

DIREÇÃO: Seth Gordon

ROTEIRO: Craig Mazin

EDIÇÃO: Peter Teschner

FOTOGRAFIA: Javier Aguirresarobe

MÚSICA: Christopher Lennertz

DIREÇÃO DE ARTE: Andrew Max Cahn

FIGURINO: Carol Ramsey

PRODUÇÃO: Pamela Abdy, Jason Bateman, Dan Kolsrud, Peter Morgan, Mary Rohlich, Scott Stuber

ESTÚDIO: Aggregate Films, DumbDumb, Stuber Production

SITE OFICIAL: www.umaladrasemlimites.com.brwww.facebook.com/pages/Uma-ladra-sem-limites-Brasil/351540168292095?ref=hl

ELENCO: Jason Bateman, Melissa McCarthy, Jon Favreau, Amanda Peet, T.I., Genesis Rodriguez, Morris Chestnut, John Cho, Robert Patrick, Eric Stonestreet, Ryan Gaul, Mary-Charles Jones, Maggie Elizabeth Jones

Sinopse

Uma mulher (Melissa McCarthy) acha uma solução para seus problemas financeiros quando o cartão de crédito de um homem (Jason Bateman) acaba em suas mãos por acidente. Mas para usá-lo, ela deverá assumir a identidade do dono do cartão.

Curiosidades

- Do mesmo diretor de Quero matar meu chefe (2011),

- Filme com orçamento de US$ 35 milhões;

- Rodado em Tennessee, e Georgia, EUA.

  • Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

  • "Mulher-Maravilha" (Warner)

    3ªSemana: 1,1 milhão de espectadores

    Público Total: 4,8 milhões de espectadores

  • "A Múmia" (Universal)

    2ªSemana: 705 mil espectadores

    Público Total: 1,9 milhões de espectadores

  • "Baywatch" (Paramount)

    Estreia: 253 mil espectadores

    Público Total: 264 mil espectadores

  • "Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar" (Disney)

    4ªSemana: 251 mil espectadores

    Público Total: 3,3 milhões de espectadores

  • "Um Tio Quase Perfeito" (H2O)

    Estreia: 184 mil espectadores

    Público Total: 184 mil espectadores

  • "Carros 3" (Disney/Pixar)

    Estreia: US$ 53,5 milhões

    Bilheteria Total: US$ 53,5 milhões

  • "Mulher-Maravilha" (Warner)

    3ªSemana: US$ 40,7 milhões

    Bilheteria Total: US$ 274,6 milhões

  • "All Eyez on Me" (Lionsgate)

    Estreia: US$ 27 milhões

    Bilheteria Total: US$ 27 milhões

  • "A Múmia" (Universal)

    2ªSemana: US$ 13,9 milhões

    Bilheteria Total: US$ 56,5 milhões

  • "47 Meters Down" (ENTMP)

    Estreia: US$ 11,5 milhões

    Bilheteria Total: US$ 11,5 milhões