O nosso papo é de cinema!


Banco Imobiliário

02/02/2016    

 

Crítica

banco-imobiliario-papo-de-cinema-01

O mundo de hoje constrói constantemente um vocabulário próprio. Na concorrência das palavras que são lançadas todos os dias, algumas somem instantaneamente, enquanto outras fixam raízes e criam sentido. Um exemplo destas é a locução “especulação imobiliária”. Ainda que empregada de forma pouco clara e pejorativamente, é impossível pensar em alguém que não a tenha escutado nos últimos tempos.

Documentário de estreia de Miguel Antunes Ramos, Banco Imobiliário adentra com sagacidade no mercado imobiliário, a fim de apresentar as nuances que estão por trás desse processo. O documentário finalmente molda a face de um termo abstrato ao participar das várias etapas que constituem a cadeia do negócio. Para isso, acompanhamos desde o corretor que nos leva pelas ruas, demonstrando como flertar com futuros terrenos e a relação com os clientes, até o discurso aplicado pelas empresas de marketing revestir de sentido a compra de um apartamento.

banco-imobiliario-papo-de-cinema-02

Pontual e conciso, o documentário infiltra-se no mundo imobiliário de uma forma dissimulada, estilo que rapidamente nos remeterá a Michael Moore. Diferentemente do diretor americano, porém, Ramos utilizará mais refinamento, uma espécie de cinismo silencioso e menos zombaria. O resultado estético é uma combinação muito bem equilibrada da problematização do discurso do crescimento, fotografado de forma seca e distante por Alexandre Wahrhafting e montado com precisão por Lia Kulakauskas. Sútil, Kulakauskas impõe ao filme um tom autoirônico, essencial para que fosse possível gerar uma crítica ao tema sem precisar confrontá-lo verbalmente.

Ao jogar com a sobreposição de plantas arquitetônicas e pessoas reais, o roteiro assinado pelo diretor consegue se descolar de um documentário tradicional, centrado unicamente no debate sobre um tópico, e levá-lo a assumir a análise existencialista de como opera o desejo humano. Ali, frente a um showroom midiático, em que pipoca e cachorro-quente são servidos de forma circense, a compra de uma casa assume gradualmente a promessa de uma felicidade futura possível, dependente unicamente da tomada de um conjunto de decisões - o número de quartos, a quantidade de banheiros, a nome do bairro.

banco-imobiliario-papo-de-cinema-03

Operando em um registro veladamente crítico, Banco Imobiliário atrai o público pela leveza da sua postura, fazendo-o refletir em consequência do engenho da sua percepção de mundo.

Nota da crítica

4/5

avatar

Willian Silveira é crítico de cinema, membro da ACCIRS - Associação dos Críticos de Cinema do Rio Grande do Sul, e da ABRACCINE - Associação Brasileira de Críticos de Cinema. Tem formação em Filosofia e em Letras, estudou cinema na Escola Técnica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Acumulou experiências ao trabalhar como produtor, roteirista e assistente de direção de curtas-metragens.

Mande um mail para Willian

Veja outros textos assinados por Willian Silveira

Ficha Técnica

banco-imobiliario-papo-de-cinemaNOME ORIGINAL: Banco Imobiliário

PAÍS DE ORIGEM: Brasil

ANO: 2015

DURAÇÃO: 75 minutos

GÊNERO: Documentário

DIREÇÃO: Miguel Antunes Ramos

ROTEIRO: Minguel Antunes Ramos

ESTÚDIO: Avoa Filmes

Sinopse

Brian caminha por seu bairro de infância, procurando novas áreas para uma incorporação imobiliária. Romeo, em seu escritório envidraçado, desenha uma estratégia de marketing. Carla planeja seus novos investimentos vendo a cidade do alto. Um jogo de tabuleiro. Uma imagem de futuro. Um projeto de cidade.

Curiosidades

- Selecionado para a 19ª Mostra de Tiradentes;

  • Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

  • "Rei Arthur: A Lenda da Espada" (Warner)

    Estreia: 426 mil espectadores

    Público Total: 426 mil espectadores

  • "Guardiões da Galáxia 2" (Disney)

    4ªSemana: 267 mil espectadores

    Público Total: 3,8 milhões de espectadores

  • "A Cabana" (Paris)

    7ªSemana: 201 mil espectadores

    Público Total: 4,6 milhões de espectadores

  • "Corra!" (Universal)

    Estreia: 156 mil espectadores

    Público Total: 156 mil espectadores

  • "Velozes e Furiosos 8" (Universal)

    6ªSemana: 139 mil espectadores

    Público Total: 8,2 milhões de espectadores

  • "Alien: Covenant" (Fox)

    Estreia: US$ 36 milhões

    Bilheteria Total: US$ 36 milhões

  • "Guardiões da Galáxia Vol. 2" (Disney)

    3ªSemana: US$ 35 milhões

    Bilheteria Total: US$ 301 milhões

  • "Tudo e Todas as Coisas" (Warner)

    Estreia: US$ 12 milhões

    Bilheteria Total: US$ 12 milhões

  • "Snatched" (Fox)

    2ªSemana: US$ 7,6 milhões

    Bilheteria Total: US$ 32,7 milhões

  • "Diário de Um Banana 4" (Fox)

    Estreia: US$ 7,2 milhões

    Bilheteria Total: US$ 7,2 milhões