O nosso papo é de cinema!


Adirley Queirós

20/03/2017     

 

Dados Pessoais:

NOME COMPLETO: Adirley Queirós

DATA DE NASCIMENTO: 18/07/1970

LOCAL DE NASCIMENTO: Morro Agudo, Goiás, Brasil

NACIONALIDADE: Brasileiro

OCUPAÇÃO: Diretor, Roteirista, Produtor

Biografia:

Adirley Queirós nasceu na cidade de Morro Agudo, no estado de Goiás, Brasil, terceiro dos seis filhos de um casal de migrantes de Minas Gerais. Se tornou jogador de futebol ainda em sua adolescência, tendo atuado em clubes de segunda e terceira divisão do Distrito Federal por pouco mais de dez anos, quando uma contusão o obrigou a deixar o esporte precocemente. Desempregado e sem formação universitária, passou a dar aulas de reforço de Matemática, Física e Química, o que o ajudou tanto a se tornar funcionário público em um hospital quanto a ser admitido, aos 28 anos, no curso de Comunicação (com ênfase em Cinema) da Universidade de Brasília.

Seu primeiro curta-metragem, Rap: O Canto da Ceilândia (2005), pelo qual recebeu diversos prêmios, foi seu trabalho de conclusão de curso. Começou a se destacar no cenário cinematográfico nacional a partir do documentário A Cidade é Uma Só? (2011), e Branco Sai, Preto Fica (2014), pelo qual foi premiado no Festival de Brasília e indicado ao Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro.

Filmografia:

- Branco Sai, Preto Fica (Produção/Direção/Roteiro, 2014)

- Uma Dose Violenta de Qualquer Coisa (Atuação, 2013)

- A Cidade é Uma Só? (Direção/Roteiro/Produção, 2011)

Prêmios:

Prêmio Guarani de Cinema Brasileiro:

- Indicado a Melhor Filme por Branco Sai, Preto Fica (2015);

- Indicado a Melhor Direção por Branco Sai, Preto Fica (2015);

- Indicado a Melhor Roteiro Original por Branco Sai, Preto Fica (2015);

- Indicado a Melhor Som por Branco Sai, Preto Fica (2015);

Grande Prêmio do Cinema Brasileiro:

- Indicado a Melhor Roteiro Original por Branco Sai, Preto Fica (2016);

Festival de Brasília:

- Premiado como Melhor Filme por Branco Sai, Preto Fica (2014);

- Premiado como Melhor Direção de Arte por Branco Sai, Preto Fica (2014);

- Premiado com o Troféu Canal Brasil por Branco Sai, Preto Fica (2014);

- Premiado com o Troféu Abraccine por Branco Sai, Preto Fica (2014);

Festival de Cartagena:

- Premiado como Melhor Filme pelo Júri da Crítica por Branco Sai, Preto Fica (2015);

Festival da Fronteira:

- Premiado como Melhor Filme Internacional por Branco Sai, Preto Fica (2014);

Olhar de Cinema:

- Premiado como Melhor Filme na Mostra Olhares Brasil por Branco Sai, Preto Fica (2014);

- Premiado com o Troféu Especial do Júri por Branco Sai, Preto Fica (2014);

Vitória Cine Vídeo:

- Premiado como Melhor Roteiro por Branco Sai, Preto Fica (2014);


  • "A Bela e a Fera" (Disney)

    Estreia: 2 milhões de espectadores

    Público Total: 2 milhões de espectadores

  • "Logan" (Fox)

    3ªSemana: 738 mil espectadores

    Público Total: 5,2 milhões de espectadores

  • "Kong: A Ilha da Caveira" (Warner)

    2ªSemana: 401 mil espectadores

    Público Total: 1,3 milhão de espectadores

  • "Cinquenta Tons Mais Escuros" (Universal)

    6ªSemana: 43 mil espectadores

    Público Total: 4,5 milhões de espectadores

  • "A Grande Muralha" (Universal)

    4ªSemana: 42 mil espectadores

    Público Total: 1,6 milhão de espectadores

  • "A Bela e a Fera" (Disney)

    Estreia: US$ 170 milhões

    Bilheteria Total: US$ 170 milhões

  • "Kong: A Ilha da Caveira" (Warner)

    2ªSemana: US$ 28,8 milhões

    Bilheteria Total: US$ 110 milhões

  • "Logan" (Fox)

    3ªSemana: US$ 17,5 milhões

    Bilheteria Total: US$ 184 milhões

  • "Get Out" (Universal)

    4ªSemana: US$ 13,2 milhões

    Bilheteria Total: US$ 133 milhões

  • "A Cabana" (Lionsgate)

    3ªSemana: US$ 6,1 milhões

    Bilheteria Total: US$ 42,6 milhões

Vídeo da semana

Chamada :: Entrevistas exclusivas Another Forever